quarta-feira, 17 de junho de 2009

Despedida do Passado... um pouco mais de mim.


Um poema que não fala só de mim, mas do ser humano em geral que ama, amou,
perdeu-se nas ilusões, sonhou, mergulhou nos bons momentos pensando serem eternos...
Pensou ter a passagem de sentimentos livres para a eternidade...
Mas o que sabemos do futuro?

Fica a imagem do passado que é fugaz, tênue...
e o futuro vem, em fatias, mas chega...
É saber esperar com sabedoria e deixar acontecer.



Despedida do passado... um pouco mais de mim

Foi naturalmente difícil... fremente.
A presença, vozes, cheiro, resquícios de perfume
perdidos no espaço, sutilmente cortando laços...
A presença de todos, tragados pela distância,
perdidos pela saudade, ocultados na escuridão da noite.
Mesmo com a imensidão do Sol,
definham-se as lembranças num silêncio profano,
onde voltar a meta seria pérfido engano.
Para que sofrimento, se percebo
convicta que na realidade
minha saudade não tem validade.
Meu jeito de amar é assim.
Lágrimas não rolam mais,
deixo o sofrimento jogado ao vento...
Abortei-me das ilusões,
não valem o meu sofrimento.
Uma luz fugaz e brilhante
fica no lugar, procuro não olhar para trás,
e o tempo vai devolvendo
tudo o que tirou minha paz.
Marcas do passado se farão presentes.
Tantas vezes eu busquei sintonia,
mas foi utopia, doce ilusão...
tudo fantasia, nunca encontrei.
Como um pássaro errante
procurei meu ninho, mas
somente galhos soltos encontrei.
Abortei-me das ilusões.
Saio desse infortúnio... sem confrontos.
Sei onde está o meu caminho:
despedir-me do passado,
deixando-o simplesmente passar.
Passaram-se séculos em minha mente...
mas no recôndito do meu ser há algo latente.

Sou eu perseverante, ou demente?

Lídia Valéria
A saudade, assim como a esperança de um futuro desejado,
é, para mim, um alimento espiritual.
Lídia Valéria

10 comentários:

Albani disse...

Amiga!Vejo que as lembranças passadas transformaram-se em lições, que te fortaleceram, mas conservas a esperança no futuro que aspiras futuro, esse que mesmo fatiado, permites que continues a sonhar.
Ame, sonhe e continue vivendo!
Não se trata de demência, mas perseverança de uma mulher guerreira, que luta pra ser feliz!
Feliz São João!

Um abraço
Albani

Glauco disse...

Cada vez mais profundo, cada vez melhor...

Parabéns!

Gosto também da maneira como você casa as figuras dos posts.

GLAUCO

Anônimo disse...

Parabéns pelo lindo blogue

Sarah

Lídia Valéria disse...

Albani, amiga leitora, realmente eu amo, sonho, vivo... e sou feliz com meus filhos, meus dois amores.

Sou também perseverante, lutei para ser feliz e consegui.

Aprecio as 'fatias' do futuro. Espero-as e caminho com meus sonhos.
Tão bom buscar ser feliz!
Abraço.

Lídia Valéria disse...

Glauco, um elogio seu vale 'emoção' e 'incentivo'.
Que bom você gostar das figuras.
Abração!

Lídia Valéria disse...

Sarah, um privilégio seu comentário.
Enriqueceu meu dia, meu blog.
Fico-lhe grata.

Thiago disse...

Dona Lídia, parabéns pelo texto, mais uma vez. Não me surpreendo porque sempre admirei seu potencial em traduzir sentimentos em palavras. A literatura é uma arte, e a arte é algo que atinge apenas as pessoas mais sensíveis.
Sendo assim, aqueles que realmente sentem, compreendem as relações humanas e vivem-nas em sua essência, identificam-se com o texto -- eu estou entre eles.
Grazie!

Lídia Valéria disse...

Thiago, amigo de valor 'indizível'!

Suas palavras sempre tão bem recebidas por mim e por todos que têm o privilégio de sua amizade.

Seu potencial na escrita, nas palavras, na amizade — um bálsamo!
A arte da literatura tem você como exemplo. Espero um dia ler um poema seu. Tem potencial para poeta.
Sobeja-lhe inteligência,
sensibilidade, maturidade, criatividade, cultura e escrita perfeita. A inspiração virá de sua ternura, amor, amizade, bondade, caridade e benevolência.

Obrigada pela visita e por seus cometários elogiosos. Deixa aqui seu 'rastro' — um pouco de sua essência.
Grata, amigo.

sonia rodrigues ribeiro disse...

ola, lidia tudo bem com vcs? vcs estao lindos nas fotos parabens pelo seu blog ...adorei!

Lídia Valéria disse...

Olá, Sônia... Estamos bem.
Surpresa vê-la visitando o meu blog.

Se quiser conhecer um pouco mais de mim, leia minhas escritas, meus poemas.

Volte sempre e deixe um recado para marcar sua presença.

Agradeço seus comentários elogiosos.

Um abraço... perdido no tempo... mas sempre há tempo para um abraço.

Real Time Web Analytics